Vírus Zika é vendido na Internet e pertence à Fundação Rockefeller

0 Visualizações
0%

Depois das epidemias mundiais da ‘doença das vacas loucas’, da ‘gripe das aves’ e do Ebola, chega uma nova epidemia, o vírus Zika.

O vírus Zika é um vírus da família Flaviviridae, do género Flavivirus. O vírus Zika é maioritariamente transmitido através da picada do mosquito Aedes aegypti, e em 2009 comprovaram que se transmite também via relações sexuais.
O vírus Zika foi identificado pela primeira vez em um macaco-reso (Macaca mulatta) na Uganda, na floresta Zika em 1947, por esse motivo esta denominação.

Cerca de 80% das pessoas infectadas não desenvolvem manifestações clínicas. Nos casos em que há manifestação de sintomas, eles costumam incluir dores de cabeça leves, febre baixa, mal estar, dores leves nas articulações, conjuntivite, coceira e exantema maculopapular (erupção cutânea que não se eleva acima da superfície da pele), que, no geral, desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias.
Recém-nascidos de mães que contraíram o vírus da zika durante a gestação estão sob risco de terem microcefalia, uma condição neurológica rara em que a cabeça e o cérebro da criança é significativamente menor do que a de outras da mesma idade e sexo.

Recentemente um surto do vírus Zika surgiu em Abril de 2015 em Salvador, capital do estado da Bahia, no Brasil, e consequentemente em outros Países do continente Americano, como nos Estados Unidos, onde já há 51 casos confirmados.

Fontes: Wikipédia e Portal da Saúde Brasil


Mas questionámos-nos como um vírus que foi descoberto em 1947 virou epidemia 60 anos depois? Temos algumas suspeitas.

zica1

O vírus Zika é vendido via Internet a 599 euros, mas como são tão generosos, o estão inoculando grátis aos mais desafortunados do mundo.

Pode ser comprovado neste link da ATCC.

De acordo com o site, a ATCC se descreve desta forma:

ATCC é a líder em materiais e recursos biológicos e padrões de organização global cuja missão centra-se sobre a aquisição, a autenticação, a produção, preservação, desenvolvimento e distribuição dos microrganismos padrão de referência, linhas celulares, e outros materiais. Embora mantendo materiais de colecta tradicionais, a ATCC desenvolve produtos de alta qualidade, padrões e serviços de apoio à investigação científica e inovações que melhoram a saúde das populações mundiais.

É claro, a OMS já está com seus dedos longos colocando o medo nas manchetes dos grandes meios com a colaboração dos governos de turno, que para isso estão.

Aliás, para os fãs das casualidades, a zona do Brasil onde apareceu este vírus é a mesma zona onde soltaram os mosquitos geneticamente modificados em 2015.

A prefeitura anunciou nesta segunda-feira (02/03/2015) um convénio com a empresa britânica Oxitec, fabricante do insecto, para realizar um protejo de pesquisa na cidade.

Após testes em Juazeiro e Jacobina, na Bahia, a empresa obteve aprovação federal de bio-segurança para soltar os animais. O aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para comercializar o serviço, porém, ainda não saiu. Por isso o projecto em Piracicaba ocorre como teste, subsidiado pela empresa.

zica2

Já sabemos, dos mesmos produtores da fraude da gripe aviaria, aos que lhes saiu mal a campanha do Ebola, agora trazem ao mundo inteiro “Zika: Grave Ameaça Mundial”. Aplausos.

Texto e imagens acima de cronsub.com. Tradução feita por: Caminho Alternativo


Estes mosquitos geneticamente modificados pertencem à britânica Oxitec, uma empresa de biotecnologia que foi comprada pela Intrexon, conforme noticiado em Agosto de 2015. No Brasil a Oxitec foi contratada pelo governo, para “fornecer um pacote de serviços, que vai desde o treinamento de agentes públicos ao combate de possíveis epidemias de dengue”, uma contratação com a aprovação da Anvisa.

A Anvisa, vale lembrar, é o órgão que demonstrou estar a actuar no boicote aos testes clínicos com a fosfoetanolamina sintética, a substância que é apontada como a cura do câncer. Enquanto boicota a fosfoetanolamina por “falta de testes clínicos”, aprova a soltura de mosquitos geneticamente modificados sem prova alguma de sua eficácia e qualquer estudo sobre as consequências futuras, como por exemplo, a mutação genética do mosquito e a potencialização do contágio.

zica3

Mas quem está por trás da Intrexon? Basta seguir o rastro do dinheiro, ou seja, quem financia a quem. Esta é a posição ‘acionária’ da empresa de acordo com o site da NASDAQ:

zica4

Na lista estão a Vanguard Group, BlackRock, Morgan Stanley, State Street Corp, Third Security, entre outras. São empresas/fundos de investimento e bancos que pertencem às dinastias de banqueiros Rothschild e Rockefeller. As mesmas empresas que são proprietárias dos grandes laboratórios e que lucram biliões com a industria do câncer, através da quimioterapia e radioterapia.

zica5

Tendo estes dados em mãos, é possível imaginar qual seria o plano. Algo parecido ou pior com o que aconteceu com o H1N1 e o Ebola. Espalhar o vírus, matar milhares de pessoas e em seguida lucrar com a “cura”, ou seja, as vacinas.

O Ebola por sinal, foi patenteado pelo governo dos EUA em 2009(link1 e link2), com a participação do exército dos EUA e o usurário George Soros, que financia, através de sua Fundação Open Society, os laboratórios militares em Serra Leoa e Libéria.

Outro vírus patenteado com fins de lucro, segundo um leitor do blog ‘caminho alternativo’, foi o H1N1, cujo detentor dos direitos sobre a medicação e a vacina era Donald Rumsfeld, secretário de defesa dos EUA no governo Bush filho, comprou quase toda a produção de anis estrelado da China, componente indispensável para a fabricação do Tamiflu. Depois que a relação entre ele e o Tamiflu foi descoberta tiveram que abrir a patente dos remédios para a gripe.

Recentemente informaram que o Zika, além de ser responsável pela microcefalia, poderia ser contagioso através de relações sexuais, leite materno e sangue. Sendo assim as mulheres evitarão engravidar e maior será o medo em ter relações sexuais ou trocar fluídos corporais. Uma ferramenta da elite globalista para promover a redução populacional e é claro, lucrar.

Tudo isto é parte de uma satânica agenda para chegar ao Governo Mundial, onde um selecto grupo de bilionários sionistas pretende governar o mundo com seus bancos e multinacionais.

Fonte: Blog Caminho Alternativo

Depois de ler isto, qual a sua opinião acerca disto?

Data: Fevereiro 3, 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *